Espetacular, Brasil nocauteia Estados Unidos e dispara rumo ao título da Copa do Mundo

Espetacular, Brasil nocauteia Estados Unidos e dispara rumo ao título da Copa do Mund

10/10/2019 as 07:45

Espetacular, Brasil nocauteia Estados Unidos e dispara rumo ao título da Copa do MundoEspetacular, Brasil nocauteia Estados Unidos e dispara rumo ao título da Copa do Mundo
Divulgação / FIVB

Quem para? Com uma atuação espetacular, a seleção brasileira masculina bateu os Estados Unidos por 3 a 0 nesta quinta-feira em Hiroshima e disparou na liderança da Copa do Mundo de vôlei. Imbatível, o Brasil mantém os 100 por cento de aproveitamento após seu sexto compromisso e segue firme rumo ao título no Japão. Vice-líder, com cinco triunfos e uma derrota, a Polônia é o único rival que ameaça diretamente o time nacional.

A equipe comandada por Renan dal Zotto volta à quadra na madrugada de sexta, quando terá pela frente a lanterna Tunísia, a partir de 2h e com transmissão do SporTV. Perdendo todas as partidas até o momento, os africanos só venceram dois sets.

O jogo

Sacando bem demais (com Leal destruindo em sua primeira passagem), a seleção começou em cima e fez 8/5. Também usando o saque como arma letal, o time americano correu atrás e igualou (8/8), passou à frente (14/12) e foi na frente para a segunda parada técnica (16/15). O Brasil não se abalou e deu o troco, fazendo 20/18 após uma combinação entre Bruninho e Lucão. Uma diagonal perfeita de Lucarelli encerrou o set de abertura em 25/23 e fez 1 a 0 para os brasileiros.

O Brasil seguiu em ritmo acelerado e intenso na segunda parcial, mas os EUA não ficavam atrás. Com o jogo equilibrado, a definição deveria vir só mesmo no detalhe. As equipes se revezavam na vantagem mínima, com a segunda parada técnica mostrando 16/16 para o sexteto brasileiro. O embate era disputado ponto a ponto até Thales fazer uma defesa sensacional, e Alan colocar dois de distância para a seleção (22/20). Decidido, o time de Renan mostrou sua força e matou o segundo set após um míssil de Leal e explodiu na quadra americana (25/22).

As duas parciais ganhas já davam a garantia da manutenção da ponta da Copa do Mundo, mas o Brasil queria mais. Abriu 3/0 na terceira parcial, porém, os EUA se recuperaram e viraram para 6/5 e depois abriram dois pontos (12/10), mostrando que estavam muito vivos ainda. A seleção brasileira, no entanto, voltou a tomar a dianteira e foi para o segundo tempo técnico vencendo por 16/15. A partir daí, só deu Brasil. De forma sensacional, o time nacional foi abrindo e, como um rolo compressor, finalizou os EUA com Alan fazendo 25/17.

O Brasil começou com Bruninho, Leal, Maurício Souza, Lucão, Lucarelli e Alan, além do líbero Thales. Entraram no decorrer Felipe Roque e Fernando Cachopa,