Caso dos respiradores não vira escândalo por culpa do MP e do TCE


Caso dos respiradores não vira escândalo por culpa do MP e do TCE





Mario Souza / ASN

Em qualquer lugar minimamente civilizado, o caso dos respiradores já teria virado escândalo, para dizer o mínimo.

Pela compra de respiradores que nunca chegaram nem jamais vão chegar, o “bilionário” Estado de Sergipe pagou adiantado. Pagou pelo que não viu, não recebeu nem vai receber. Pagou com dinheiro do contribuinte.

O prejuízo, sem qualquer correção: R$ 4,9 milhões.

Enquanto isso, instituições como o Tribunal de Contas e o Ministério Público continuam caladas.

Silêncio ensurdecedor!