Truque desvendado: carta na meia de Cueva é "amuleto" de mágico peruano

Ilusionista conhecido como "Plomo" em seu país faz sucesso junto à seleção "blanquirroja"

04/07/2019 as 07:52


--:--/--:--

Que isso? Cueva usa carta de baralho no meião e chama atenção de Milton Leite

Um oito de ouros na meia do peruano Cueva chamou a atenção durante a semifinal da Copa América, na noite de quarta-feira, na Arena do Grêmio. A carta do baralho virou uma espécie de amuleto do jogador do Santos nos jogos pela seleção. E a explicação reside no mágico Ernesto Nicolás Carpio Tirado Lindley, ou apenas "Plomo", como é conhecido.

O ilusionista se aproximou da seleção de seu país na Copa América de 2015 e “viralizou” nacionalmente com seus truques diante de jogadores de futebol. Além de Cueva, de quem virou amigo, o "Mago Plomo" já se apresentou para o técnico Ricardo Gareca e os astros Andrea Pirlo e Ronaldinho Gaúcho.

Mas a amizade com o meio-campista santista ficou mesmo em evidência no Peru. Aliás, a "carta-amuleto" faz parte do ritual do jogador para entrar em campo há mais tempo. O mágico procura o camisa 8 antes das partidas pela seleção para lhe entregar o objeto da sorte.

Em entrevista à televisão peruana ATV, Plomo classificou o gesto como uma forma de transmitir "uma onda, uma energia boa" a Cueva. Desde a Copa América de 2015, segue a "Blanquirroja" por onde ela vai.

O mágico esteve na Arena e viu de perto a vitória por 3 a 0 do Peru sobre o Chile que garantiu a classificação para a final contra o Brasil, no domingo. Depois das câmeras registrarem a imagem da carta, Cueva retribuiu o presente e entregou sua camisa a Plomo ao fim do jogo. Ele registrou tudo em seu perfil oficial no Instagram.

Na zona mista do estádio do Grêmio, os jornalistas brasileiros tentaram questionar Cueva sobre o oito de ouros, ainda sem saber da origem. Ele desconversou, em tom descontraído:

– Estava jogando pôquer – brincou.

Mágico Plomo recebe a camisa das mãos de Cueva na Arena — Foto: Reprodução / InstagramMágico Plomo recebe a camisa das mãos de Cueva na Arena — Foto: Reprodução / Instagram

Mágico Plomo recebe a camisa das mãos de Cueva na Arena — Foto: Reprodução / Instagram

Apesar de perder uma chance clara logo no início do jogo, Cueva saiu mais que satisfeito do duelo contra os chilenos. A vaga para a final foi garantida com ímpeto e poucos riscos. Porém, agora o Peru terá de superar o Brasil no Maracanã. E só mesmo um truque de mestre elaborado pelo técnico Ricardo Gareca irá tirar o título dos donos da casa.